Cross country

Cross country é uma modalidade praticada em estradas de terra com um alto nível de decidas e subidas técnicas com pedras e raízes, geralmente de 30 a 40km. É a modalidade mais comum de ciclismo de montanha.

Enquanto é menos publicitada que o downhill pela dificuldade em passar na televisão, ganha os maiores níveis de popularidade em termos de recreação e competição. Tornou-se um desporto Olímpico em 1996 e é a única forma de ciclismo de montanha praticada nas Olimpíadas.

btt (1)

As corridas de cross country têm tudo a ver com resistência, visto que as corridas podem decorrer entre 30 minutos e 24 horas. Além disso, muitas corridas são muitas vezes divididas em etapas para que durem vários dias. As provas podem ser feitas de ponto-a-ponto ou por voltas.

Na partida, os participantes partem todos ao mesmo tempo, organizados por idade e habilidade, ao contrário de outras modalidades em que parte um de cada vez.

 

| A bicicleta deve ser bem escolhida |

 

As pistas podem ser algo traiçoeiras devido ao seu terror repleto de saltos e pedras, logo deve ter máxima cautela para que a bicicleta se mantenha estável e não acabe por perder o controlo, tropeçando em algo ou derrapando demasiado.

Em relação ao equipamento, não existe necessidade de usar armaduras, o essencial é vir sempre equipado com um capacete. Afinal de contas, nesta modalidade é muito fácil dar alguma queda e magoar-se a sério, especialmente para os iniciantes. O vestuário em si pode ser apenas um simples uniforme, o qual deverá ser relativamente leve para que não atrapalhe o seu desempenho. De preferência, utilize ainda protecção para os joelhos e cotovelos, assim como para as partes genitais.

Muita atenção ao tipo de pneus utilizado em cada prova; estes devem-se adaptar perfeitamente ao terreno, logo deve fazer uma escolha sensata e fazer algum reconhecimento da pista o mais antecipadamente possível. O próprio tamanho das rodas revela uma dada importância mas, como foi dito, é uma questão de as conhecer e de testar no terreno antes da prova a sério.

medium_5253834131

A bicicleta deve ser bem escolhida; se participa numa prova profissional, não deve utilizar uma bicicleta que um amador utilizaria, por questões de performance. Será necessário investir largas quantias numa bicicleta profissional mas, se é realmente apaixonado pela modalidade, deverá estar disposto a tomar esse sacrifício.

Aconselha-se ainda a transportar sempre consigo uma ou duas garrafas de água consigo; afinal de contas, as provas podem durar até 24 horas, ninguém resiste tanto sem beber água. Contudo, beber apenas quando necessário, para não a gastar logo toda.

Além disso, lembrar sempre de respirar com uma dada regularidade e moderação, em competições pesadas é muito fácil dar tudo o que tem e rapidamente perder o fôlego, comprometendo a sua posição.

Cross country é um desporto exigente que não se domina de um dia para o outro, por isso, prepare-se para praticar todos os dias nalgum terreno adequado perto de si e, acima de tudo, prepare-se para cair bastantes vezes até atingir a perfeição. No final, decerto valerá a pena, pelo bem do seu nível profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *